NR Ipiranga promove ação com o Lions Club pelo Dia Mundial dos Pobres

dia mundial dos pobres

Imagine a alegria de uma criança que, pela primeira vez, pode enxergar de maneira nítida as pequenas sutilezas cotidianas, como as letras de um livro, o letreiro de um ônibus, um rosto que vem ao longe, a bola lançada na brincadeira. E imagine também a alegria de possibilitar que essa criança possa enxergar tudo isso.

No dia 8 de outubro, a Caritas Arquidiocesana de São Paulo, por meio do Núcleo Regional Ipiranga e em parceria com o Lions Club Ipiranga, realizou exames com optometristas para identificar problemas de visão em crianças e adolescentes, na faixa etária dos 6 aos 14 anos, em situação de vulnerabilidade social.

A ação foi realizada na Igreja Nossa Senhora Aparecida, na Vila Arapuá, zona sul da capital paulista.

O coordenador do NR Ipiranga, Diácono Feliciano Bonitatibus, disse que, na ação, a meta de atender cem crianças e adolescentes foi atingida.

“Nós ficamos muito felizes e a comunidade também. Atendemos cem crianças e adolescentes e fizemos 76 doações de lentes e armações [serão entregues posteriormente]”, diz.

O Diácono não esconde, contudo, o seu espanto pelo fato de que, entre as crianças, algumas tinham 11, seis, cinco graus de miopia e outros problemas de visão. “Ou seja, 74% dos que atendemos tinham algum tipo de dificuldade visual e, se pensarmos a fundo, é uma situação absurda que tem por detrás muitas questões envolvidas”, lamenta.

Por serem crianças e adolescentes socialmente fragilizados, o resultado da ação demonstra que muitas delas não conseguiam ter um acompanhamento médico apropriado, o que pode trazer sérios impactos, como para a vida escolar.

Ciente da importância da ação, o coordenador do NR Ipiranga pretende levá-la para outras localidades da região.

Dia Mundial dos Pobres: Entrega dos óculos

Dias depois, agentes e voluntários do NR Ipiranga-CASP e Lions Club Ipiranga entregaram os óculos aos pequenos.

O coordenador do NR Ipiranga disse que foram entregues 76 óculos àqueles que participaram da ação.

“Estamos muito felizes por contribuir para que muitas delas possam realizar suas atividades, como brincar e estudar, com tranquilidade”, disse o Diácono.

Compartilhe essa notícia: